Terça-feira, 12 de Março de 2013

Conto persa

Certa vez, na Pérsia, um rei tinha um funcionário favorito, de quem gostava muito. Num dia, esse funcionário vai até ao mercado de antiguidades da capital, Bagdad, já que o rei tinha predilecção por antiguidades. Estava bastante cheio, com grandes multidões. Em certa bancada, o funcionário sente-se empurrado e vira-se para trás para confrontar o responsável. Para seu espanto, dá de caras com a Morte, com a sua foice. Assustado, o homem foge a correr, para se dirigir ao palácio do rei. Pouco depois, o rei sabendo que o funcionário estava de volta, vai ter com ele, e encontra-o a arrumar as malas. O rei pergunta-lhe o que se passa, e o funcionário responde que encontrou a Morte no mercado, e que por isso vai fugir para Islamabad. Pouco depois, o rei, intrigado, vai até ao mercado para tentar encontrar tal figura e esclarecer o sucedido. Não demora muito a encontrar a figura da Morte. O rei então diz-lhe que o seu funcionário ficou muito assustado por tê-lo visto, e que por isso ia fugir para Islamabad. A Morte responde que efectivamente achou o homem um pouco assustado, e que era curioso ter fugido para Islamabad, pois, com efeito, ele tinha um encontro com o funcionário, para essa noite, em Islamabad.

publicado por sergioresende às 14:40
link do post | comentar | favorito (1)

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Conto persa

.arquivos

. Janeiro 2017

. Setembro 2016

. Março 2013

. Fevereiro 2012

. Maio 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds