Segunda-feira, 13 de Setembro de 2010

Arquétipo da Mãe e os Annunaki

Conhecendo a história dos Annunaki, através de Zecharia Sitchin, principalmente, podemos fazer considerandos acerca do Arquétipo da Mãe!

 

Ora, os Annunaki criaram seres humanos, através de Engenharia Genética, com genes de machos de antropóides hominídeos, existentes na terra, e genes de fêmeas Annunaki.

 

Temos aqui a criação do Arquétipo da Mãe, em que a Mãe surge como algo associado a fora da Terra, portanto, como algo ao nível do que está de fora, do estrangeiro, do Outro.

 

Concerteza, posteriormente, e numa linha saudável, deverá haver uma integração destes aspectos externos da Mãe, e desenvolver um Arquétipo da Mãe diferenciado, mais evoluído.

 

Outro aspecto a ter em conta dos Annunaki é o de, inicialmente, e declaradamente, os seres humanos serem seus escravos, tendo sido criados para isso mesmo. Mas, posteriormente, os Annunaki forneceram conhecimentos aos seres humanos, que levou à formação das primeiras civilizações humanas.

 

Ora, é relevante que na sociedade capitalista, que nas suas características de fundo é avessa ao Outro, ao estrangeiro, se propague através dos media e a nível social, interrelacional, a noção de que se deve enganar, roubar, manipular, etc., obtendo-se dessa forma o êxito, lembrando reminiscências da Mãe estrangeira que os tornou escravos. De um ponto de vista exopsicológico, tendo em conta as informações, relatos e noções de contactados, abduzidos e investigadores da área ovnilógica, ter-se-à que ter a noção de que há raças alenígenas na Terra, que controlam mentalmente e comportalmente os humanos. Claro está, se se tiver mais consciência disso, mais se reduz esse controlo.

 

Portanto, na sociedade capitalista há essa identificação com o Arquétipo da Mãe traidora e exploradora.

 

Ora, identifico-me mais com o arquétipo da Mãe que posteriormente forneceu conhecimentos aos humanos, levando à fundação das civilizações humanas.

E penso que os meus camaradas comunistas, particularmente aqueles que conhecem a história dos Annunaki, também!

 

Consideramos a existência da Mãe exploradora, como por exemplo a sociedade capitalista, mas funcionamos com a Mãe transmissora de conhecimentos e progressista!

publicado por sergioresende às 18:03
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

Desilusão do Homem-Novo com o Estranho Caso de Benjamim Button

 De princípio, e em geral, o filme O Estranho Caso de Benjamim Button foi tal, que o meu voto para Melhor Filme, para ganhar o Óscar, iria para o mesmo.

 

Bem analisado, e em última instância, remete para a senda do conhecimento do ser humano, a saber a questão dos buracos negros e o facto do Universo parecer-nos na sua maior parte preto, e a descoberta do mesmo. Mais superficialmente, remete-nos para os encontros e desencontros de uma história de amor.

Aquela questão do Universo e da senda do conhecimento parecerá muito rebuscado para alguns. Mas atentem na relação entre o tempo meteorológico, através do furacão, que está presente no filme, e o tempo cronológico, factor que atravessa todo o filme. Isto só fará sentido para quem tiver noções da língua portuguesa ou (?) espanhola, já que os dois tipos de tempo designam-se, nessas línguas, da mesma forma, por tempo. Ora, em inglês, há o weather e há o time... ora atente-se que o pai adoptivo de Benjamim Button chamava-se Mr. Weathers e era negro.

Nas interrelações do filme, é como que o Pai Tempo, representado biunivocamente pelo Mr. Weathers, representasse a investigação do ser humano do Universo.

Ora, no filme, a água advinda do furacão, que representa a água da excitação sexual feminina, neste caso do Capitalismo, pára, ou vai parar o relógio ( o filme pára antes que o relógio par - não se sabe se parará ), que anda ao contrário,  e que está , por sua vez, associado às características de envelhecimento e de rejuvenescimento de Benjamim Button. Atente-se que este acaba por morrer.

O que isso transmite, politicamente, é o Capitalismo parar, ou acabar com, o Homem-Novo.

 

É nesse sentido, que o Homem-Novo, ou o homem progressista, ficará desiludido com este filme.

E eu fiquei.

Apesar de ter os aspectos positivos de  que, para continuarmos a senda do conhecimento pelo Universo, deveremos ter mentalidade anti-racista, contra qualquer descriminação, mas particularmente, contra a descriminação em relação aos negros. Isto no sentido de libertarmo-nos psiquicamente, catarticamente, em termos de mentalidade, para melhor investigarmos os buracos negros e o Universo, na sua escuridão.

 

Em resumo, fiquei desiludido, e nesse sentido não ganha o meu voto para Melhor Filme.

 

Esse voto vai para Slumdog Millionaire, ou Quem Quer Ser Bilionário?, que é, isso sim, um filme anti-imperialista, anti-colonialista.

 

Num aparte, e em relação ao filme Milk, devo dizer que é um bom filme, que por comparação com  o Quem Quer Ser Bilionário? não merece ser considerado o melhor filme, mas... merece com  que Sean Penn, protagonista de Milk, ganhe o Óscar de Melhor Actor.

 

E tenho dito! 

publicado por sergioresende às 11:48
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Outubro de 2008

Comunista a quanto obrigas!

Considerando a grave crise actual do Capitalismo ( 2008 ), se calhar, já era o momento de reconhecer que a melhor opção para a Humanidade é o Comunismo!

 

Por favor, estudem os processos históricos, psicanalíticos, sociais, políticos, etc., e verificarão que o melhor para o desenvolvimento da Humanidade,  da espécie, no todo, e para cada um de nós, é o Comunismo!

 

Não tenham receio de votar Comunista!

 

Sê... sê camarada!

publicado por sergioresende às 11:45
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Arquétipo da Mãe e os Ann...

. Desilusão do Homem-Novo c...

. Comunista a quanto obriga...

.arquivos

. Janeiro 2017

. Setembro 2016

. Março 2013

. Fevereiro 2012

. Maio 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds